Informações Gerais

  • 60h
  • 511 aluno(s) atualmente inscrito(s)
  • A partir de 2/6/2016
  • 256 discussões
  • Para
  • 65 avaliações
  • Com Tutoria/Facilitação
  • Restrito a Perfis
  • Investimento do curso: R$ 104.276,92
  • Investimento por aluno: R$ 204,06

Sobre o curso

A resposta brasileira ao desafio das DST, AIDS, Hepatites Virais e Tuberculose propõe pensar a reconstrução de um modelo de atenção à saúde no SUS que garanta a ampliação do acesso, acolhimento, escuta qualificada, humanização da assistência, respeito às diversidades sexuais, à inclusão social, equidade, aprimoramento das estratégias de vigilância e prevenção. 

 

Este curso de especialização é estratégia para fomentar o enfrentamento desses agravos no Brasil, com vistas à capacitação de gestores e profissionais do SUS que atuam nos âmbitos municipal, estadual e federal, no escopo das políticas para DST, HIV/AIDS, hepatites virais e tuberculose.

Objetivos

Objetivo geral: Fornecer instrumentos aos estudantes para que possam elaborar um projeto de intervenção (PI) na área de “Gestão da Política de DST, Aids, Hepatites Virais e Tuberculose”, incluindo projetos de “Educação na Saúde”.

Objetivos específicos:
1. Compreender a importância do conhecimento científico, sobretudo como instrumento para a melhoria nas práticas do trabalho em saúde;

2. Desenvolver o raciocínio científico durante o processo de construção do projeto de Intervenção;

3. Proceder à normatização do trabalho científico a partir das normas de Vancouver.

4. Orientar os estudantes para que possam desenvolver um projeto de intervenção (PI) na área de “Gestão da Política de DST, Aids, Hepatites Virais e Tuberculose”, incluindo-se projetos de “Educação na Saúde”.

Conteúdo

Objetivo geral: Fornecer instrumentos aos estudantes para que possam elaborar um projeto de intervenção (PI) na área de “Gestão da Política de DST, Aids, Hepatites Virais e Tuberculose”, incluindo projetos de “Educação na Saúde”.

Objetivos específicos:
1. Compreender a importância do conhecimento científico, sobretudo como instrumento para a melhoria nas práticas do trabalho em saúde;

2. Desenvolver o raciocínio científico durante o processo de construção do projeto de Intervenção;

3. Proceder à normatização do trabalho científico a partir das normas de Vancouver.

4. Orientar os estudantes para que possam desenvolver um projeto de intervenção (PI) na área de “Gestão da Política de DST, Aids, Hepatites Virais e Tuberculose”, incluindo-se projetos de “Educação na Saúde”.

Como nos organizamos

Objetivo geral: Fornecer instrumentos aos estudantes para que possam elaborar um projeto de intervenção (PI) na área de “Gestão da Política de DST, Aids, Hepatites Virais e Tuberculose”, incluindo projetos de “Educação na Saúde”.

Objetivos específicos:
1. Compreender a importância do conhecimento científico, sobretudo como instrumento para a melhoria nas práticas do trabalho em saúde;

2. Desenvolver o raciocínio científico durante o processo de construção do projeto de Intervenção;

3. Proceder à normatização do trabalho científico a partir das normas de Vancouver.

4. Orientar os estudantes para que possam desenvolver um projeto de intervenção (PI) na área de “Gestão da Política de DST, Aids, Hepatites Virais e Tuberculose”, incluindo-se projetos de “Educação na Saúde”.

Módulos relacionados

Curso de Atualização em Desenvolvimento Docente para Educação Interprofissional em Saúde

UFRN / SEDIS / LAIS / USP / OPAS / OMS
  • 80h
  • 123
  • 307

O curso busca fomentar o debate sobre os princípios teórico-conceituais e metodológicos da educação interprofissional na dinâmica do fazer docente dos cursos de graduação e Ver mais

Curso de Especialização - DST, AIDS e Hepatites Virais: O Contexto Político (Unidade I)

UFRN / SUS
  • 120h
  • 102
  • 508

A resposta brasileira ao desafio das DST, AIDS, Hepatites Virais e Tuberculose propõe pensar a reconstrução de um modelo de atenção à saúde no SUS que garanta a ampliação Ver mais

Curso de Especialização - DST, AIDS e Hepatites Virais: O processo de gestão (Unidade III)

UFRN / SUS
  • 166h
  • 50
  • 508

A resposta brasileira ao desafio posto pelas DST, AIDS, Hepatites Virais e Tuberculose tem enfrentado vários desafios. Faz-se necessário pensar a reconstrução de um modelo de a Ver mais

Curso de Especialização - DST, AIDS e Hepatites Virais: Redes de Atenção Integral (Unidade II)

UFRN / SUS
  • 60h
  • 62
  • 508

A resposta brasileira ao desafio posto pelas DST, AIDS, Hepatites Virais e Tuberculose tem enfrentado vários desafios. Faz-se necessário pensar a reconstrução de um modelo de Ver mais

Residência Multiprofissional - Políticas de Saúde

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • 40h
  • 9
  • 169

Ver mais