Informações Gerais

Sobre o curso

Os direitos sexuais e reprodutivos devem ser entendidos como parte da garantia dos direitos humanos, conferindo ao casal a livre decisão de ter ou não filhos e em qual momento da vida. Entende-se o planejamento reprodutivo como o conjunto de ações de regulação da fecundidade que garanta direitos iguais de constituição, limitação ou aumento da prole pela mulher, pelo homem ou pelo casal, sendo vedada qualquer ação com fins de controle demográfico. Uma atenção pré-natal e puerperal de qualidade e humanizada é fundamental para a saúde materna e neonatal e, para sua humanização e qualificação, faz-se necessário: construir um novo olhar sobre o processo saúde/doença, que compreenda a pessoa em sua totalidade corpo/mente e considere o ambiente social, econômico, cultural e físico no qual vive; estabelecer novas bases para o relacionamento dos diversos sujeitos envolvidos na produção de saúde – profissionais de saúde, usuários e gestores; e a construção de uma cultura de respeito aos direitos humanos, entre os quais estão incluídos os direitos sexuais e os direitos reprodutivos, com a valorização dos aspectos subjetivos envolvidos na atenção. O objetivo desse módulo, que faz parte do Programa de Educação Permanente em Saúde da Família (PEPSUS) é aperfeiçoar o conhecimento dos profissionais da atenção básica para garantir os direitos sexuais, reprodutivos e a atenção pré-natal e puerperal humanizada aos usuários. Ao final do módulo o profissional deverá estar apto para acolher, orientar e assistir os usuários no que diz respeito ao planejamento reprodutivo e à atenção no período gravídico-puerperal, na atenção primária à saúde.

Objetivos

  • Proceder no acolhimento dos usuários da atenção primária interessados em Planejamento Reprodutivo.

  • Aplicar a Lei 9263 sobre Planejamento Familiar.

  • Listar os métodos contraceptivos disponíveis e os critérios de elegibilidade.

  • Estabelecer como realizar orientação pré-concepcional ao casal.

  • Identificar a necessidade de acolher gestantes e puérperas.

  • Saber como realizar assistência pré-natal humanizada de baixo risco.

  • Planejar a visita puerperal.

  • Sistematizar o conhecimento para organizar salas de espera e grupos de conversa sobre planejamento reprodutivo, pré-natal, aleitamento materno e puerpério.

Conteúdo

UNIDADE I: Planejamento Reprodutivo

Aula 1: Acolhimento no planejamento reprodutivo

Aula 2: Orientação e prescrição de métodos contraceptivos

UNIDADE II: Orientação pré-concepcional e infertilidade conjugal

Aula 1: Avaliação pré-concepcional na Atenção Primária em Saúde

Aula 2: Avaliação do casal infértil na atenção primária em saúde

UNIDADE III: Assistência humanizada ao pré-natal

Aula 1: Assistência humanizada ao pré-natal de baixo risco

UNIDADE IV: Assistência humanizada ao puerpério

Aula 1: Consulta puerperal

Aula 2: Intercorrências comuns no puerpério

Como nos organizamos

METODOLOGIA

A aprendizagem requer uma atitude proativa e uma regularidade nas leituras, no acesso aos recursos educacionais disponibilizados e a realização das tarefas propostas. Os conteúdos serão apresentados em textos, vídeos e diagramas e a aprendizagem exige desenvolvimento da capacidade de interpretação, síntese e contextualização que serão exercitados em atividades de verificação de conhecimentos e elaboração de tarefas e micro intervenções voltadas para o dia a dia do profissional e de sua equipe, com priorização de metodologia ativas de ensino aprendizagem.

RECURSOS

Textos, vídeos, animações, etc.

AVALIAÇÃO

Será realizada por meio de questionários avaliativos.